Niepoort

Por Rui Falcão*

Niepoort.jpeg

A empresa tradicionalmente familiar, teve seus conceitos históricos de produção reformados drasticamente com as últimas transições de geração no comando administrativo e operacional. A maior mudança foi nos processos de vinificação que enraizados e tradicionalistas, foram implementados, com uma abordagem ensaísta que quebrou paradigmas, levando Niepoort de uma visibilidade contida no mercado, para uma franca e incomparável exposição.

O lançamento dos vinhos de mesa consolidou a imagem da marca, e juntamente com seu extraordinário vinho do Porto, a consistência, qualidade e harmonia foram incorporados a marca e a todos os produtos ali elaborados. A solidez e o caráter dos vinhos do Douro e a tradição dos vinhos do Porto foram integrados ano após ano, de forma permanente, reinventando a imagem da Niepoort no mercado de vinhos.

A inovação tornou-se foco e inspiração na empresa, estando esta sempre um passo à frente em tendências, pelo comando de Dirk Niepoort, o grande responsável por essa revolução interna, mas que mantém a singularidade de seu produto mais estiloso, o Porto Garrafeira, exclusivo e especial, inclusive entre as denominações oficiais de vinhos do porto do país.

 

 

 

 

 


* Rui Falcão é um renomeado vinho Português jornalista, escritor e educador vinho. Ele também é um juiz em vários concursos internacionais de vinhos.